28 de maio de 2018

Mágico Porto ⋆˚࿐

Ora, muito bom dia meus amores!
Provavelmente este vai ser um dos meus maiores posts de sempre.

Oh, meu Porto, onde a eterna mocidade
Diz à gente o que é ser nobre e leal.
Teu pendão leva o escudo da cidade
Que na história deu o nome a Portugal.
- Cântico dos Super Dragões

Como começar? Sempre quis fazer um post relativo ao meu grande amor, a minha casa. Mas o Together deu-me um empurrão e eu decidi que esta seria uma boa altura. Porto, Porto, Porto... Meu Porto. Não posso imaginar o que seria a minha vida se não tivesse nascido e crescido neste incrível lugar. Onde começar? Que tal um pouco de história sobre o Porto? É a cidade que deu o nome a Portugal – desde muito cedo, quando se designava de Portus Cale, vindo mais tarde a tornar-se a capital do Condado Portucalense, de onde se formou Portugal.

Somos também ainda bem conhecidos pelo nosso vinho, pelas nossas pontes e arquitetura contemporânea e antiga, o nosso centro histórico (classificado como Património Mundial pela UNESCO), pela qualidade dos nossos restaurantes e claro, pela nossa gastronomia. Também temos a nossa incrível equipa de futebol, o Futebol Clube do Porto; e a nossa principal universidade pública: a Universidade do Porto (onde estou a estudar atualmente), colocada entre as 200 melhores universidades do Mundo e entre as 100 melhores universidades da Europa!

Vamos dividir isto em partes para não se tornar muito confuso! Se calhar vamos começar pelo turismo e falar de partes interessantes que podem visitar quando tiverem oportunidade de explorar o Porto. Depois vou falar de algumas das nossas festas populares, gastronomia e ainda uma ou duas curiosidades (uns extras!).

✎ ⇢ 𝑻𝒖𝒓𝒊𝒔𝒎𝒐

♡ Avenida dos Aliados

Esta avenida é considerada o coração da cidade do Porto. Ora não podia concordar mais! Passo pelos Aliados todos os dias e nunca me consigo cansar da sua beleza. Existem imensos eventos nos Aliados, mas acho que este lugar fica verdadeiramente incrível durante o Natal com as luzes e todos os espetáculos. É também onde se festeja sempre quando o Porto é campeão no futebol. O que há de vantagem nesta avenida é que temos muito fácil acesso a todos os transportes como a variados restaurantes e a outras ruas mais conhecidas do Porto.

Têm oportunidade de ver marcos históricos como também podem passar ali num instante pela McDonalds com o interior mais vintage e bonito de sempre (ninguém bate a McDonalds dos Aliados). No topo desta avenida podem encontrar o incrível edifício que é a câmara municipal do Porto. Quando descerem até à Ribeira, façam um pequeno desvio pela estação ferroviária de São Bento e aproveitem para desfrutar um dos mais belos painéis de azulejos do país.

♡ Torre dos Clérigos

Já que se encontram nos Aliados, acho que é difícil não notar na grande torre ao longe; essa torre é a famosa Torre dos Clérigos, considerada por muitos como o ex-líbris da cidade. Esta tem uma altura de 76 metros e têm a possibilidade de subi-la (mas é com escadas, por isso preparem as vossas pernas).

Foi o edifício mais alto de Portugal na época da sua construção (no século XVIII), e ainda é a torre mais alta do país! Esta torre serviu durante muito tempo de farol para os navios que entravam no Porto. As características barrocas que a definem são a expressão máxima da espetacularidade do barroco, onde os motivos típicos deste estilo, dão à torre movimento e beleza.

♡ Livraria Lello

Para quem é fã de Harry Potter, não percam a oportunidade de visitar esta livraria. Para quem não sabe, J. K. Rowling (autora de Harry Potter, duh) morou na cidade do Porto enquanto escrevia os livros; ela inspirou-se muito na cidade e nos nossos costumes: as escadarias da Lello são conhecidas por ser a inspiração da livraria onde o Harry Potter conheceu Gilderoy Lockhart no livro da câmara dos segredos.

É um dos mais emblemáticos edifícios do neogótico portuense, e a decoração é de cortar a respiração. Esta livraria já foi considerada como a mais bonita mundialmente, várias vezes. No interior, além dos livros, existe um bar no primeiro andar em que se pode tomar um café e admirar todo o ambiente e beleza desta livraria.

♡ Sé do Porto

A construção da Sé do Porto começou em meados do início do século XII, que apenas se concluiu no século XIII. Esta catedral foi fortificada para proteger a cidade dos invasores; as janelas são muito estreitas e deixam passar muito pouca luz; a capela principal foi totalmente reconstruída no século XVIII. A sua decoração primitiva foi baseada na Sé velha de Coimbra. No entanto com o passar dos tempos esta catedral sofreu muitas alterações que apagaram-lhe esses traços primitivos.

 Anos mais tarde o artista fiorentino Nicolau Nasoni barroquisou-a desenhando-lhe as pinturas murais da capela-mor e construindo-lhe a galilé (a parte alpendrada e sustentada por colunas). O seu interior é refinadamente decorado com móveis de valor inestimável, mesas e lavatórios em mármores raros, as guarnições do espelhos, os armários e o relógio em estilo rococó (parto-me sempre a rir com esta palavra haha) são feitos de pau preto.

♡ Palácio da Bolsa

O Palácio da Bolsa é um dos mais belos monumentos da cidade. Este foi construído em 1862, em estilo neoclássico e inspirado também no estilo mourisco; com o início desta construção e o encerramento da Casa da Bolsa do Comércio, fez com que obrigasse temporariamente os comerciantes portuense a discutirem os seus negócio na Rua dos Ingleses, em pleno ar livre (ora para todos ouvirem, nem mais haha).

Estava previsto que o Palácio da Bolsa fosse a sede da Associação Comercial do Porto. É de salientar para não perderem a oportunidade de deslumbrar o Pátio das Nações e o incrível Salão Árabe. O palácio agora serve para os mais diversos eventos culturais, sociais e políticos da cidade. Obviamente, está aberto para visitas turísticas (pagas infelizmente), e é um dos edifícios patrimoniais mais procurados na cidade do Porto.

♡ Ribeira

Provavelmente a Ribeira é o meu sítio favorito no Porto! É um dos locais mais antigos e típicos desta cidade. Não é nenhuma novidade dizer que é uma zona frequentada por centenas de turistas e concentrada de bares e restaurantes. Na Ribeira vemos o de perto o lindo Rio Douro; rio que nasce em Espanha (na província de Sória) e atravessa o norte de Portugal.

Podemos encontrar na ribeirinha, a Praça da Ribeira (também muito conhecida por praça do cubo, porque será?? hmm haha), a rua da Fonte Taurina que é uma das mais antigas da cidade; e também o muito conhecido Muro dos Bacalhoeiros (mesmo nome à Porto lol) e a Casa do Infante; acredita-se que foi aí que nasceu D. Henrique em 1394. É possível andar pelo rio (há imensas empresas turísticas que disponibilizam diferentes viagens em cruzeiros etc), mas se forem pobres como eu, uma voltinha à pé pela ribeira é de graça e não magoa ninguém porque a beleza continua lá. E comida ali não falta!

♡ Igreja de São Francisco

Esta igreja foi construída no século XIV, e é considerada a mais bonita igreja da cidade do Porto; o interior da igreja é totalmente coberto de ouro. Foi necessário cerca de 500 kg (poxa) de ouro para cobrir todo o interior da igreja. Mais luxuoso que isto não existe. Este ouro sendo chamada de talha dourada barroca. Além do interior super trabalhado e fascinante, o seu exterior também é ricamente elaborado e decorado com uma rosácea gótica na fachada principal da igreja.

É a única decoração original sobrevivente, sendo o portal de um trabalho barroco organizado em dois níveis, onde uma estátua de São Francisco de Assis é suportada por colunas salomónicas. Apesar do incrível exterior, nada bate o seu interior extra dourado, que realmente faz-me esquecer "opá, não sou católica mas isto é provavelmente a merda mais linda que eu já vi". Honestamente não me importava nada de casar neste sítio incrível.

♡ Praias da Foz

Para quem é fã de grandes caminhadas, não há melhor sítio que a Foz do Douro. Basta seguir pela margem do Rio Douro, e podem apreciar a beleza do rio de um lado e a arquitetura portuense do outro. Se não são muito fãs de caminhar, têm a possibilidade de alugar uma bicicleta ou andar num daqueles tuc-tucs (acho que é assim que se escreve). Ou também andar num dos antigos elétricos da cidade e fazer uma pequena viagem no tempo. Na Foz encontram o fim do rio e o início das águas do mar do oceano atlântico; realmente vale a pena contemplar.

Começa com uma extensão de pequenas praias, perfeitas para dar um bom passeio à beira-mar ou sentar numa das várias esplanadas para desfrutar a paisagem; provavelmente um dos sítios mais incríveis para se ver o pôr do sol numa tarde de Verão. Pequena curiosidade de uma aluna universitária de geologia: deem uma vista de olhos aos placards informativos a falarem dos diferentes tipos de rochas presentes nas diferentes praias! Sempre é interessantes explorar essas parte também.

♡ Casa da Música

A casa da música é a principal sala de concertos localizada na Avenida da Boavista. Esta foi projetada pelo arquiteto holandês Rem Koolhaas, como parte do evento "Capital Europeia da Cultura" em 2001. No entanto a sua construção só foi concluída em 2005, e transformou-se instantaneamente num ícone da cidade. Quem vê o edifício pela primeira vez, diz logo que a primeira coisa que salta à vista é a sua estética e aparência. A construção da casa da música trouxe novos desafios à engenharia, de maneira a conseguir a forma geométrica ímpar que o edifício tem (imagino!).

A arquitetura da casa da música foi aclamada internacionalmente; recebeu uma crítica do New York Times dizendo que se tratava de "um edifício cujo ardor intelectual está combinado com a sua beleza sensual". Também foi comparado a outras salas de espetáculos famosas, como o Walt Disney Concert Hall, em Los Angeles e ao auditório da "Berlim Philharmonic". A casa da música possui dois auditórios principais; embora outras áreas do edificío possam ser adaptadas para concertos ou espetáculos (oficinas, atividades educacionais, etc...).

♡ Ponte D. Luís

Esta ponte é a mais conhecida do Porto. É uma ponte em estrutura metálica com dois tabuleiros, construída entre os anos de 1881 e 1888, ligando o Porto e Vila Nova de Gaia (margem norte e margem sul) que são separadas pelo rio Douro. Foi construída para substituir a ponte antiga que existia no mesmo local e foi realizada mediante o projeto do engenheiro belga Théophile Seyrig. Antigamente era possível passar pela parte cima da ponte com automóveis, mas desde 2005 deixou de ser possível pois agora serve a linha D do metro do Porto (que eu uso todos os dias), e na parte inferior continua a ser-se possível a passagem de automóveis e também peões.

Com esta ponte é possível tirar incríveis fotos e ter uma vista magnífica sobre a cidade do Porto como também sobre Gaia! Esta ponte é um símbolo importante para a cidade, já que todas as festas e passagens de anos é usada também durante o espetáculo de fogo de artifício. Se forem passear pela parte de cima, não sejam como os turistas burros e tenham cuidado com a passagem do metro!


✎ ⇢ 𝑨𝒔 𝒎𝒆𝒍𝒉𝒐𝒓𝒆𝒔 𝑭𝒆𝒔𝒕𝒂𝒔 𝑷𝒐𝒑𝒖𝒍𝒂𝒓𝒆𝒔

♡ São João do Porto


É definitivamente, a festa popular que caracteriza a cidade do Porto. Enquanto Lisboa tem o Santo António, nós temos o nosso querido São João. A grande festa acontece na noite de 23 de Junho para 24. Oficialmente trata-se de uma festa católica em que se celebra o nascimento de São João Batista; mas a festa do S. João do Porto tem origem no solstício de Verão e inicialmente tratava-se de uma festa pagã. É uma festa cheia de tradições! Temos alhos-porros (que odeio mesmo!!), usados para bater nas cabeças das pessoas que passam, e também o lançamento de balões de ar quente (é como se fosse aquela cena do barco no entrelaçados/enrolados!). A partir dos anos 70, começaram a aparecer os martelos/martelinhos de plástico, em que tem a mesma função do alho-porro, bater na cabeça das pessoas que passarem por ti!

É um ambiente incrível e cheio de felicidade em que podemos partilhar com completos estranhos. Também temos os vasos de manjericos com versos populares; têm um cheirinho super agradável e são um clássico símbolo desta festa; e claro não podia faltar o imperdível fogo de artifício à meia-noite, junto ao rio Douro e à ponte D. Luís. Dura sempre mais ou menos uns bons 15 minutos acompanhado com música num espetáculo de multimédia. Há sempre concertos, bons grelhados, cabrito assado e sardinhas! A festa dura e dura até ao amanhecer; normalmente o pessoal mais novo percorre toda a marginal desde a Ribeira até à Foz do Douro onde termina-se a grande noite na praia, à espera do nascer do sol. Esta noite marca o início do Verão aos portuenses.

♡ Senhor de Matosinhos

Matosinhos é um dos locais mais lindos para se explorar além do centro do Porto. É em Matosinhos que tivemos todas as Comic Cons portuguesas (mas agora também decidiram tirar isso daqui e mandar para Lisboa). A principal festa em Matosinhos, é sem sombra de dúvida o Senhor de Matosinhos, cuja origem está numa antiga lenda em que a Imagem de Jesus Crucificado (obra de Nicodemus), terá aparecido aqui junto ao mar, onde existe uma Capela-Memorial. A imagem do Senhor é venerada no famoso Santuário de Matosinhos.

Mas agora a sério, apesar de toda esta curiosidade histórica, o Senhor de Matosinhos é conhecido pela boa música, também pelo seu fogo de artifício, e claaaro, os carrosséis! Uns simples para os miúdos e uns mais agressivos e divertidos para os graúdos. E não pode faltar os fantásticos churros e farturas com todo o o tipo de recheios ao lado de todas estas diversões. Há uma enorme extensão pelas ruas todas em que se pode encontrar todo o tipo de stands e tendas onde se vende comida, brinquedos, e outros tipos de acessórios. A melhor parte desta festa é que chega a durar 3 semanas, quase um mês inteiro de diversão e é impossível cansar-se. Faça sol, faça chuva, o Senhor de Matosinhos nunca escapa no olhar de ninguém.


✎ ⇢ 𝑮𝒂𝒔𝒕𝒓𝒐𝒏𝒐𝒎𝒊𝒂 (e recomendação de restaurantes/cafés/etc)

Portugal é super conhecido pela sua gastronomia; acho que é um factor muito importante quando se vai conhecer um país novo! Afinal, o que queremos é uma boa refeição e um estômago feliz depois de um grande dia. Comer à moda do Porto é comer em abundância, qualidade e com grande requinte, sempre em mesas bem decoradas! Mas vou falar dos meus favoritos; o Bacalhau à Gomes de Sá é muito famoso, mas infelizmente não sou muito adepta de peixe por isso vou deixar o bacalhauzito de fora.

 Francesinha
Iguaria das noites do Porto, dentro ou fora de horas, esta receita nasce na cidade nos anos 60 numa inovação do croque-monsieur que um emigrante tantas vezes fizera em França, onde trabalhava.

A sua forma abundante na quantidade e na diversidade dos artigos que a acompanham, adubada com um molho de marisco picante, veio de facto ao encontro das gentes do Porto que gostam de comidas com sabores carregados e de bom sustento. É, assim considerado, um prato jovem, de convívio, grande na porção, quente no palato, inventivo na receita. Sempre delicioso na convivência entre amigos!

♡ Tripas à moda do Porto
O prato que dá o nome às gentes do Porto tem uma longa história. Embora existam várias receitas de tripas, nenhuma assumiu um enquadramento histórico como as do Porto. A versão mais popular da lenda/história e que tem mais defensores e suporte histórico tem origem na grande aventura das Descobertas em que um filho da terra, o Infante Dom Henrique, que precisava de carne para abastecer as suas caravelas para a conquista de Ceuta terá pedido ao povo ajuda no fornecimento das embarcações para tão grande empresa.

O povo do Porto ouviu o pedido de ajuda do seu Príncipe e logo encheu na quantidade necessária as barricas de madeira com carne salgada, ficando com as tripas que cozinharam em estufado grosso com enchidos e carne gorda, acompanhado na altura com grossas fatias de pão escuro. Mais tarde foi adicionado o feijão branco, que também teve origem no mesmo senhor que encheu de carne os porões das suas caravelas. O prato ficou para a história desta cidade que se revê não só nesta iguaria suculenta de aromas de cominhos e pimenta preta, adubada com enchidos de fumeiros caseiros e galinha gorda, mas sobretudo no gesto de entrega num dos momentos altos da nação portuguesa.

♡ Pão de Ló
É no Porto que este doce encontra a sua expressão máxima. A Casa Margaridense, na Travessa de Cedofeita, confeciona-o como ninguém. Trata-se de um bolo fofo e leve que se come durante todo o ano mas que tem maior consumo na Páscoa.

É um ótimo acompanhamento para o vinho do Porto e é muitas vezes o pão para acompanhar o queijo da serra no Natal. Todos os pretextos são válidos para saborear este doce, literalmente um manjar dos deuses.

♡ Broa
O pão do norte é a Broa, feita de milho umas vezes branco outras amarelo, com mais ou menos centeio. É o acompanhamento das sardinhas assadas ou fritas, de pratos de bacalhau ou do caldo verde.

O milho trazido do continente americano, depressa entrou nos nossos hábitos alimentares devido ao seu fácil cultivo e por ser mais saboroso do que o centeio com que se fazia o pão até então.


Alguns restaurantes/cafés/bares que eu amo (isto é todo o tipo de comida haha):

✎ ⇢ 𝑶𝒖𝒕𝒓𝒂𝒔 𝒄𝒖𝒓𝒊𝒐𝒔𝒊𝒅𝒂𝒅𝒆𝒔

♡ Trajes Académicos
O famoso traje académico é a "farda" dos estudantes da universidade portuguesa. É um símbolo nacional e muito importante para toda a vida académica. Há quem diga que nos anos em que J. K. Rowling, além de se ter inspirado na livraria lello enquanto vivia cá no Porto, também se inspirou nos nossos trajes académicos para os uniformes dos estudantes de Hogwarts! Já tive imensos turistas a comentarem isto quando vestia o meu traje durante a queima das fitas. Por isso já somos muito conhecidos como os estudantes de Hogwarts do Porto.

O traje é o que identifica inequivocamente o estudante de Portugal, embora existam outros trajes diferentes (mas são sempre parecidos) em outras regiões do país. Apesar de geralmente o traje ser associado às atividades praxistas, este pode e tem todo o direito de ser usado por qualquer estudante universitário! O traje é académico e não praxístico! É a roupa mais importante da universidade, além de este guardar muitas memórias é usado com orgulho porque afinal somos a geração nova a representar o país que tanto adoramos e estudamos.

♡ Rua de Santa Catarina
Se estás numa de ir fazer umas compras, então não há melhor sítio que a Rua de Santa Catarina. É a artéria mais comercial da baixa do Porto, estando grande parte dela agora vedada ao trânsito automóvel e reservada apenas a peões. Esta rua agora é um aglomerado de lojas de vestuário, sapatarias e também tem o centro comercial Via Catarina; e imensos vendedores de rua, menos ou mais legais haha.

O Café Majestic encontra-se lá, inaugurado em 1921 e muito reconhecido, a sua relevância advém tanto da ambiência cultural que o envolve, nomeadamente a tradição do café tertúlia, onde se encontravam várias personalidades da vida cultural e artística da cidade, como também da sua arquitetura de identidade Arte Nova. Novamente, na biografia de J. K. Rowling escrita por Sean Smith, fala que a escritora passou muito tempo neste café a trabalhar no primeiro livro da saga de Harry Potter. Também podem encontrar a capelas de Santa Catarina ou das Almas, na esquina com a Rua de Fernandes Tomás, construída nos inícios do século XVIII.


Esta postagem faz parte da blogagem coletiva do mês de Maio!
Visitem e entrem no Together; para uma blogosfera mais unida.
E é isto meus amorzinhos! Espero que não tenha sido muito secante, nem muito maçudo. Mas eu amo o Porto com todo meu coração; sinto-me sempre feliz nesta cidade e não há outro lugar que consiga substituir esta paixão enorme que tenho pela invicta. Se tiverem oportunidade de visitar, acreditem que não se vão arrepender; somos considerados como gente muito amigável e sempre muito aberta, não estamos cá para (ahem agora vou entrar no meu modo tripeiro) merdas formais, nem para merdas finas, aqui somos todos amigos e vizinhos! É preciso alguma coisa, estamos sempre de braços abertos! E claro... nada melhor que uma despedida do que uma música do grande futebol clube do porto...

E ESTES SÃO OS FILHOS DO DRAGÃO!
UNIDOS PARA VENCER!
ORGULHOSOS POR FAZER,
ESTE PORTO CAMPEÃO!

4 comentários:

  1. Olá, Mel! Acho que é a primeira vez que comento aqui, mas sigo seu blog há um tempo e essa postagem em especial, achei muito boa! Adorei o tema do Together desse mês e estou amando conhecer as cidades do pessoal! <3

    O que mais amei nesse post foram as imagens. Uau, que visual bonito que tem essa cidade! Fiquei com vontade de conhecer na hora, se um dia eu for a Portugal, não deixarei de visitar o Porto! Tem razão em amar essa cidade, é linda! Quando for visitar, vou levar seu post como roteiro de viagem HAHAHA

    Morri de vontade de conhecer essa Avenida dos Aliados na época de Natal, e comer nesse McDonalds bonitão, imagina??
    Já ouvi falar da Livraria Lello daí, realmente parece uma coisa de conto de fadas. Eu seria capaz de ficar ali dentro por horas! Fica claro como J.K.Rowling se inspirou em algumas das coisas daí. <3

    Gente, que linda a Catedral da Sé! A que temos aqui em São Paulo também acho magnífica, mas o estilo de construção delas é bem diferente. O Palácio da Bolsa é incrível! Que coisa enorme! E a Ribeira parece ser super gostosa de passear, uma paisagem bonita que passa uma tranquilidade, sabe?

    Eu fiquei em choque com o interior da Igreja de São Francisco! Que coisa deslumbrante! Gente, é muito ouro num lugar só, estou chocada hahahaha

    Gente, a parte que mais gostei acho que foi essa das praias. Eu não ia querer sair de lá, é muito lindo! Além disso, quero muito ver um concerto na Casa da Música - fico me perguntando, como construíram algo assim? Parece um triângulo invertido, com a base menor que o topo, realmente uma construção bem diferenciada.

    Sobre as festas, achei incrível que vocês também comemoram o São João, e ainda por cima com alguns costumes que também temos aqui (como o dos balões de ar quente). Aqui não fazemos esse negócio de bater na cabeça das pessoas com alho poró ou martelinhos (ainda bem? hahahaha), mas temos outras tradições. Na verdade, o principal mesmo do São João/Festa Junina mesmo hoje em dia é a comida! Tem muitas comidas típicas dessa festa! Agora acho que sei um pouco da origem dela, provavelmente foi trazida pelos portugueses. Acho que vou até pesquisar para descobrir as origens das festas de São João, achei tão legal saber disso! xD

    E sobre a gastronomia, vulgo, a melhor parte, eu anotei TUDO! Sério, quando eu for pra aí um dia, farei questão de comer todas essas coisas e ir a todos esses lugares hahahaha! Aqui a gente faz mil coisas com milho, inclusive a broa (aliás, comi ontem mesmo, DELÍCIA), que aliás é um dos carros-chefe das festas de São João daqui: tudo com milho! E, nossa, vinho do Porto é muito chique, eu não sou muito de beber, mas minha mãe é apaixonada xD

    Achei muito interessante essa coisa dos uniformes, não fazia ideia! Certeza que a Rowling se inspirou neles! A Rua de Santa Catarina me lembrou a 25 de Março aqui em São Paulo, que é uma rua de comércio com os preços mais baixos que você pode encontrar no Brasil, que vende de tudo, inclusive com vários vendedores de rua também ilegais, então está sempre abarrotada de gente todos os dias. Pertinho dela tem a Sta Ifigênia, que é no mesmo estilo da 25 só que com eletrônicos (vou lá direto pra comprar minhas coisinhas xD).

    Enfim, adorei essa cidade pois ela está completamente recheada de história, de coisas antigas que felizmente foram preservadas, é muito bonito - e ao mesmo tempo tem coisas novas e contemporâneas, coisas para todos os gostos. Obrigada por trazer um post tão interessante! <3

    Beijos ;*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Helo! ♡
      Não sei se é a primeira vez, mas se sim fico muito contente! uwu Este também foi um dos temas que mais gostei do Together, se calhar o meu favorito! Adoro falar deste tipo de coisas!

      Demorou um pouco a procurar imagens que gostasse mesmo de cada sítio mas ainda bem que valeu a pena! Aaaah ♡♡ meu deus isso deixa-me tão feliz haha, espero que te ajude na futura viagem ao Porto xd

      Eu já me acostumei à McDonalds dos Aliados né, mas é sempre engraçado ver a reação dos turistas confusos a entrar e pensar "Eita, isto é a McDonalds ou algum palácio histórico???". Fui à Livraria Lello duas vezes mas foi durante as épocas altas (férias de verão, natal) e aquilo é impossível de se movimentar lá dentro porque está muito cheio por causa do turismo; mas aconselho mesmo assim a visitar é mesmo qualquer coisa. Também hei de dar lá outra visita mas numa época onde não esteja muita gente!

      Eu sempre adorei o Brasil e a sua cultura, anseio por um dia ir visitar!! Gosto imenso do espírito que o povo brasileiro tem; não sei mesmo explicar mas têm um toque especial e faz-me mesmo sentir confortável; tenho algumas amigas brasileiras uma delas é uma amiga muito próxima e adoro a boa energia que ela manda e o amor incondicional que ela tem pelo Brasil, é algo único mesmo!

      Isso também é uma das minhas várias questões, um dia vou pesquisar mais aprofundadamente sobre a construção da Casa da Música! É engraçado porque passo por lá todos os dias quando vou para a faculdade e a questão está sempre lá na parte de trás do meu cérebro haha.

      A SÉRIO?? ♡ Eu adoro o São João!!! E agora estou mais feliz ainda por saber que comemoram! É uma festa tão agradável e super acolhedora! Os balões de ar quente é sinceramente uma das tradições que mais adoro desta festa, faz com que o céu pareça algo de um conto de fadas. Eu até gosto dos martelinhos, fazem barulhinhos e como são feitos de material muito simples não magoam (a não ser que a pessoa decida pegar naquilo e bater com a força toda txé). O que me irrita é mesmo o alho-porro; é nojento aquilo tocar-me na cara e faz-me uma impressão até me arrepio. Andar nas ruas durante a noite de São João é desviar dos alhos porros como um ninja e martelar as pessoas sem elas verem kkk

      Helo, gosto de pessoas intelectuais assim, gastronomia acima de tudo! ♡♡ Eu amoooo broa, que bom saber que vocês também saboreiam a maravilha que é a broa de milho!! E a sua mãe tem excelente gosto!! xdd

      Já tomei nota da 25 de Março! Certamente vou visitar porque eu adoro passear na Rua de Santa Catarina para fazer compras; apesar de tentar lutar um pouco contra o vício eu gosto muito de comprar! Seja roupa, acessórios ou cenas da parte elétrica.

      Fico feliz por saber que gostaste do Porto ♡ é uma cidade que guardo no meu coração com muito carinho e nada me faz mais feliz do que saber que as pessoas gostam desta cidadezinha!! Se há coisa que me orgulho muito é a parte histórica, sim! Temos muita sorte por estarmos rodeados de história a cada rua, acho que é algo essencial para quem visita sítios novos.

      Obrigada por leres e comentares amor! ♡♡♡ bjs

      Eliminar
  2. Hellou Mel, que post completíssimo, quanta coisa tem em Portugal que muitas vezes desconhecemos, amei conhecer mais do país colonizador do Brasil, tão cheio de lugares lindos, um dia com toda certeza irei conhecer!

    Yeah, Dream High

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Celli!! ♡
      E isto é apenas o Porto, há tanto sítio lindo para visitar aqui, este post foi apenas uma pequena parte deste grande pequeno país. Recomendo muito dar uma vista de olhos a sites, etc porque é muito difícil escolher na altura depois quando for pra visitar haha. Brasil também é lindo, espero ter a oportunidade de visitar! ♡♡

      Eliminar

♥ Vais comentar? Obrigada!
Quantos mais comentários o blog tiver, mais interessante e único ele fica; por isso agradeço imenso: Expressem a vossa opinião à vontade! Mas existem regras para cumprir.


→ Nada de comentários impróprios e desrespeitosos;
→ Também não é permitido comentários de spam;
→ Não enviar comentários a falar mal de alguém;
→ Comentários grandes ou pequenos, são sempre bem-vindos!

☾ Por favor respeitem as regras ou o comentário será eleminado ☽

Eu costumo responder a todos os comentários, por isso de vez em quando devem voltar para ver a resposta. Obrigada! ♥