11 de abril de 2012

A História do Cosplay


Provavelmente, a maioria de vocês já deve ter ouvido falar de Cosplay. Mas mesmo assim vou falar. Cosplay é um actividade bastante popular no Japão, mesmo assim praticada em várias regiões do mundo. Cosplay é a abreviatura de Costume Play que significa "representação de uma personagem" e que consiste em disfarçar-se de alguma personagem real ou ficcional, concreto ou abstrato, como por exemplo: animes, mangás, comics, videojogos ou ainda de grupos musicais, que tem como objectivo na tentativa de interpretá-los na medida de possível. Os participantes desta actividade são conhecidos por Cosplayers.

Sabias que: Originalmente, o cosplay não foi criado pelos Japoneses. O primeiro cosplay conhecido foi criado por Forrest J. Ackerman em 1939 durante a primeira Worldcon. O Cosplay é conhecido mundialmente e bastante popular, tem vindo a crescer e a crescer, com o aumento dos otakus e fãs de videojogos. E o número não para de crescer.


Então, o que é o Cosplay?


Cosplay é originariamente de personagens de comics, hoje em dia de animes, mangas e de personagens de videojogos. Mas com o passar do tempo, tornou-se uma tradição e um hábito que se espalhou por todo o tipo de convenções, envolvendo personagens e várias séries. As mais marcantes, foram Star Trek e Star Wars, no qual as pessoas com cosplay de tornavam a atracção principal. Rapidamente, o Cosplay espalhou-se pelo mundo inteiro, chegando até Comiket, que é uma famosa convenção realizada há anos nos Japão. O termo popularizou e especialmente em eventos e encontros de anime, mangá e videojogos, respectivamente os animes e mangas.

A palavra cosplay, como já foi dito, é uma espécie de abreviação para "costume play". Isto é, o cosplayer caracteriza-se como a personagem de algum mangá, jogo, anime ou filme que queira homenagear e representa a personalidade desse. Em alguns eventos podem até mesmo competir com outros cosplayers em concursos. Um dos principais objectivos desse passatempo é fazer amigos.

O cosplay é caracterizado por DIY (que significa Do It Yourself - Faça você mesmo). Existem vários cosplayers que fazem os seus cosplays inteiros por eles mesmos ou pedem a algum conhecido ajuda. Outros fazem os seus cosplays inteiramente em "Cosplay Stores" que são lojas especializadas em confecção de cosplays. Mas a maioria das vezes chegam a comprar pela Internet, de maneira mais fácil.

Aqui nos cosplay, toda a gente pode participar, crianças, adolescentes e adultos de todas as idades, sejam raparigas ou rapazes (sabendo que a maioria dos cosplayers no mundo sejam raparigas). Alguns cosplayers chegam a gastar entre 36 euros e 360+ euros. Às vezes mais, em roupas e acessórios e levam a coisa a sério. Cosplay, um passatempo como outro qualquer, porém fazer cosplay, é algo em que podes tornar-te a tua personagem favorita por um dia, e é uma sensação incrível sentires-te como alguém especial e conhecida no mundo. Nas gerações de Star Wars, equivaleria a vestir-se como um Jedi ou um cowboy de Faroeste.

Ser cosplayer é ter dignidade, e ser capaz de representar a sua personagem favorita e mostrar o quanto gostamos dele/a. Actualmente no mercado de cosplayers tem atraído várias empresas de todo o mundo. Muitas delas estão a criar lente de contacto e outros elementos para serem usados, tornando a personagem mais próximo do real. (Ex: Se colocares lentes azuis num cosplay da Miku, seria mais parecido com ela e faria toda a diferença). Os preços das roupas e dos acessórios continuam com preços muito altos, mas a tendência é que se torne popular.  Hoje em dia encontra-se vários cosplayers espalhados pelo mundo, incluindo Portugal e Brasil.

Cosplay Em Portugal (vou só falar de Portugal porque sou Portuguesa)

A primeira vez que se ouviu o termo cosplay em Portugal foi em 1997 (bastante recente), quando alguns fãs da cultura japonesa decidiram caracterizar-se com as suas personagens favoritas de anime, mangá e de videojogos e também até com os seus ídolos de j-music. Entretanto, o cosplay dava já largos passos pelo mundo e levando consigo uma enorme quantidade de fãs na América, Ásia e incluindo também a Europa. Desde 1997 até ao presente, muita coisa mudou.

Os eventos de anime, mangá e cosplay aumentaram radicalmente. Já se realizavam de norte a sul do país, enquanto que em 1997 só se realizava na capital de Lisboa uma vez por ano. É visto por muitos pais como um passatempo saudável e enriquecedor, pelo facto de vários cosplayers criarem o seu próprio cosplay com os seus actos de engenho e de criatividade. Por outro lado, há aquele que compram na internet (como eu) que gastam uma grande quantidade de dinheiro, e que pelo contrário os pais acham um grande desperdício de dinheiro. O cosplay também é visto pelos pais como uma alternativa a outras formas de entretenimento dos filhos, já não se fala do vício em jogos, computadores e televisão. E como já tinha dito, alguns críticos, discordam o benefícios do cosplay afirmando que é uma grande perda de tempo e de dinheiro.

Pelo nosso lados, os defensores do cosplay afirmam que este, é hoje em dia mais do que um passatempo, mas sim considerando-o uma forma própria de arte, por meio do qual os cosplayers podem expressas o seu afecto por determinados tipos de personagens, vestindo-se e agindo como ele por um dia. Argumentam ainda que o cosplay permite conhecer pessoas novas e criam novas amizades, considerando-o também como uma boa forma de os mais tímidos tornarem-se mais sociáveis, extrovertidos e confiantes de si mesmos. Tanto adultos como crianças podem participar pois não há limite de idades, isto é, se pais e filhos fizerem cosplay, podem entre ajudar-se, fortalecendo o laço existente.

Mas, acima de tudo, o que dizem ser mais importante é a diversão, tanto como usar os cosplays como criar novos amigos com os mesmos interesses, e cada vez mais, o grupo de cosplayers portugueses tem vindo a aumentar de evento para evento.  Não só os pais percebem as coisas boas do cosplay, como também outros menos jovens a aderir ao passatempo devido a comentários que ouvem através de colegas e amigos. Alguns decidem primeiro acompanhar os amigos para ver como é, para saberem se gostam ou não. Outros vão por iniciativa própria e até mesmo por pura curiosidade.

Mas, no final, muitos são os que dizem entusiasmados que irão participar num próximo evento. Outros reclamam a criação de uma associação/comunidade para os cosplayers onde se abordem temas como a localização dos eventos e os transporte; dúvidas; esclarecimentos e sugestões sobre factos que estão a fazer, assim como o material, a criação de formas de irem todos juntos, dependendo de área onde moram e ainda a coordenação de pedidos de apoio às câmaras municipais; encontros e outros temas.

Clica aqui para veres a informação completa.

4 comentários:

  1. Por falar em cosplay...Quem me dera fazer ía ser sugoi desu *__* Achei interessante post ^-^
    Tudo de bom


    Xau kisses

    ResponderEliminar
  2. hua eu sabia o que era cosplay mas aqui esta tudo escrito detalhadamente *-* gostei muito e esta genial;D

    ResponderEliminar

♥ Vais comentar? Obrigada!
Quantos mais comentários o blog tiver, mais interessante e único ele fica; por isso agradeço imenso: Expressem a vossa opinião à vontade! Mas existem regras para cumprir.


→ Nada de comentários indecentes;
→ Também não é permitido comentários de spam;
→ Não mandar comentários a falar mal de alguém;
→ Comentários grandes ou pequenos, são sempre bem-vindos!

☾ Por favor respeitem as regras ou o comentário não será publicado ☽

Eu costumo responder a todos os comentários, por isso de vez em quando devem voltar para ver a resposta. Obrigada! ♥