28 de maio de 2018

Mágico Porto ⋆˚࿐

Ora, muito bom dia meus amores!
Provavelmente este vai ser um dos meus maiores posts de sempre.

Oh, meu Porto, onde a eterna mocidade
Diz à gente o que é ser nobre e leal.
Teu pendão leva o escudo da cidade
Que na história deu o nome a Portugal.
- Cântico dos Super Dragões

Como começar? Sempre quis fazer um post relativo ao meu grande amor, a minha casa. Mas o Together deu-me um empurrão e eu decidi que esta seria uma boa altura. Porto, Porto, Porto... Meu Porto. Não posso imaginar o que seria a minha vida se não tivesse nascido e crescido neste incrível lugar. Onde começar? Que tal um pouco de história sobre o Porto? É a cidade que deu o nome a Portugal – desde muito cedo, quando se designava de Portus Cale, vindo mais tarde a tornar-se a capital do Condado Portucalense, de onde se formou Portugal.

Somos também ainda bem conhecidos pelo nosso vinho, pelas nossas pontes e arquitetura contemporânea e antiga, o nosso centro histórico (classificado como Património Mundial pela UNESCO), pela qualidade dos nossos restaurantes e claro, pela nossa gastronomia. Também temos a nossa incrível equipa de futebol, o Futebol Clube do Porto; e a nossa principal universidade pública: a Universidade do Porto (onde estou a estudar atualmente), colocada entre as 200 melhores universidades do Mundo e entre as 100 melhores universidades da Europa!

Vamos dividir isto em partes para não se tornar muito confuso! Se calhar vamos começar pelo turismo e falar de partes interessantes que podem visitar quando tiverem oportunidade de explorar o Porto. Depois vou falar de algumas das nossas festas populares, gastronomia e ainda uma ou duas curiosidades (uns extras!).

22 de maio de 2018

Bungou Stray Dogs .:*☆

Oi, meus anjos!
Mais uma vez, estou aqui a tentar esforçar-me o máximo para não desaparecer.

Eu já sou normalmente preguiçosa, então quando chega a altura dos exames é que não tenho motivação nenhuma para postar. Mas como não sou falsa e quero manter isto em pé, esforcei-me um pouco esta semana para escrever qualquer coisa. Além que na próxima semana queria ver se acabava o post do Together! Vou falar sobre a minha invicta, vai ser literalmente um post gigante como se fosse um guia turístico. Agora não é disso que vou falar; mas sim de Bungou Stray Dogs. SIM! Finalmente após adiar ver isto durante 2 anos, decidi do nada que esta semana era um boa altura pra ver as duas temporadas todas (sim, antes de duas frequências, fantástico, sou tão esperta). 

Durante semanas, o orfanato de Atsushi Nakajima foi atormentado por um tigre misterioso que só ele parece estar ciente da sua existência. Suspeito de estar por trás dos incidentes estranhos, o jovem de 18 anos é abruptamente expulso do orfanato e deixado faminto, desabrigado e abandonado na cidade. Enquanto este morre de fome na margem do rio questionando a sua existência e importância, Atsushi salva um homem bastante excêntrico chamado Osamu Dazai de se afogar. Entusiasmado com suicídios extravagantes, detective sobrenatural Dazai está a investigar o mesmo tigre que aterrorizou Atsushi. Juntamente com o parceiro de Dazai, Doppo Kunikida, eles resolvem o mistério, mas a resolução deles deixa Atsushi em uma situação difícil. Conforme vários eventos estranhos se desenrolam, Atsushi é coagido a se juntar à sua firma de investigadores sobrenaturais, assumindo casos incomuns que a polícia não consegue lidar com os seus inúmeros colegas de trabalho intrigantes.